Tributos MEI: O que você precisa saber

Tributos-MEI-3

Quando o assunto é sobre os Tributos MEI, muitas pessoas ficam totalmente perdidas, pois não sabem ao certo como funciona a tributação do Microempreendedor Individual. Mas fique tranquilo, nesse artigo iremos sanar essa dúvida, e também começaremos a falar um pouco mais sobre como o MEI funciona e também como ele surgiu.

Portanto, meu querido leitor, recomendamos que você anote todas as informações que sejam necessárias para você, afinal, esse conteúdo tem total finalidade de ser o mais didático possível, para ajudar você a esclarecer todas as suas dúvidas. Então, vamos começar?

Mudanças necessárias para o MEI surgir

O MEI pode ser considerado uma modalidade recém nascida, pois só está valendo em território nacional há cerca de 14 anos, um período curto de tempo, não é mesmo? Em meados de 2008, com o objetivo de conseguir ajudar os trabalhadores informais e também diminuir o número de pessoas na informalidade em território nacional, foi aprovada uma lei Complementar 128, que alterou o Estatuto das Microempresas e Empresas de Pequeno Porte, essa mudança que ocorreu, foi o início da criação do microempreendedor individual MEI.

Após ser criado em 2008, o sistema Microempreendedor Individual MEI começou a valer apenas em 2009, e então, com o propósito de trazer o maior número de empreendedores para a formalidade, começaram a surgir diversos benefícios integrados neste sistema de empresa.

Mas ainda assim, não foi o suficiente para acabar de vez com a informalidade em nosso país, mesmo essa modalidade de empresa exigindo baixos tributos MEI.

Isso até há pouco tempo, quando novamente esse sistema recebeu modificações que o tornaram ainda mais atrativo do que ele era antes, deixando de lado o alvará MEI provisório, e aumentando ainda mais os benefícios que os microempreendedores individuais podem receber ao aderir finalmente a formalidade de sua empresa.

Tributos-MEI-2
Conhecendo as mudanças que o MEI sofreu.

Tributos MEI: tudo que é necessário saber

Aqueles que já abriram seu CNPJ MEI já sabem como funcionam os tributos MEI, mas para sanar as dúvidas quanto a esse assunto de uma vez por todas, é necessário que a pessoa entenda qual é o enquadramento do MEI. Então, vamos lá! 

O MEI é uma modalidade de empresa que está na categoria de Simples Nacional, e por conta disso, os microempreendedores individuais ficam isentos de pagar tributos federais como PIS, Cofins, IPI, CSLL e até mesmo o Imposto de Renda de Pessoa Jurídica. 

Mas isso não significa que o MEI não pague impostos, afinal, mensalmente ele deve pagar um valor fixo que pode variar de acordo com o salário mínimo. Atualmente, o valor que deve ser pago pelo microempreendedor está por volta de R $71,10.

Vale ressaltar que o MEI que está decidido a contratar um funcionário, será necessário também se atentar às taxas que são geradas decorrente da contratação. Afinal, todo encargo previdenciário é de total responsabilidade do empregador e chega a 3% do salário, não se pode esquecer que o MEI também precisa pagar o FGTS que tem seu valor definido ao realizar o cálculo da alíquota de 8% sob o salário que está sendo pago ao empregado.

Mesmo tendo que pagar todos esses tributos MEI, estar formal no cadastro de pessoa jurídica dá ao empreendedor diversos benefícios que iremos conferir a seguir.

Tributos-MEI
Tributação MEI.

Negócio totalmente legalizado

O negócio, assim que a pessoa realiza a abertura do MEI, já fica totalmente legalizado. Um dos principais pontos que levam o brasileiro a se cadastrar sem pensar duas vezes, é o CNPJ MEI, que traz segurança tanto para o trabalhador autônomo quanto para quem recebe seus produtos e serviços prestados. Por isso, além dos tributos MEI serem bastante atrativos, ter um CNPJ em sua empresa é também sinônimo de vantagem.

Segurança em seus negócios e vendas

Ser resguardado pela lei em suas transações, vendas e até mesmo prestações de serviços é algo extremamente necessário. Afinal, toda segurança é importante e no mundo do empreendedorismo, pois quem possui total segurança está a um passo mais próximo de chegar ao sucesso.

Claro que existem diversos outros benefícios que além dos baixos tributos MEI conseguem atrair os empreendedores informais. Mas devemos ressaltar que existe algo que chega a até mesmo estar pareado de importância para um negócio, e para auxiliar você, iremos falar um pouco sobre.

Sistema ERP que integra qualidade

Estamos falando do sistema ERP fornecido pela nossa equipe da UpGestão. Através dele, você conseguirá ter um controle sobre as finanças, tributos MEI e até mesmo sobre os dados dos seus clientes. E então, já imaginou tanta eficiência integrando sua empresa?

Esse sistema está conquistando todo o mercado por oferecer muito mais do que as ferramentas convencionais entregam, e por esse motivo, o sistema disponibilizado por nossa equipe está sempre sendo aprimorado para proporcionar a todos os empreendedores, o máximo de eficiência integrada.

Para saber mais sobre esse sistema que facilitará sua vida tanto na produção de DRE para saber como está a saúde financeira do negócio até controlar seus Tributos MEI, recomendamos que você realize um teste grátis do nosso sistema.

Tributos-MEI

Compartilhe!

Facebook
Twitter
LinkedIn
WhatsApp
Telegram

Comente!

Categorias

Categorias

Artigos Relacionados

Newsletter

Lorem ipsum dolor sit amet, consectetur adipiscing elit.