Documentação MEI: Documentação necessária para se tornar MEI

Documentacao-MEI

O microempreendedorismo individual surgiu em 2009 trazendo uma novidade para o brasileiro que possuía seu negócio autônomo e, desde então, está cada vez mais entregando benefícios para o microempreendedor individual. Por esse motivo, conhecer de perto a documentação MEI para formalizar seu negócio, é algo extremamente necessário.

Neste conteúdo, cujo objetivo é ser o mais didático possível, iremos falar sobre as principais coisas que acercam o MEI, e também sobre todas as documentações necessárias para se tornar um MEI, você está preparado? Portanto, vamos começar.

Desmistificando o MEI

Antes de irmos conferir a documentação MEI, primeiro devemos desmistificar algumas coisas que o povo fala sobre esse estilo de empreendedor.

O primeiro ponto que deve ser ressaltado, é que realmente o MEI precisa conhecer de perto todas as regras que essa modalidade impõe, pois ao quebrar alguma delas, pode acontecer do empresário perder todos os benefícios que a categoria de empreendedorismo proporciona ao mesmo.

Então, por isso, não exceder o limite de faturamento anual de R$81.000,00, e não possuir sociedade, são fundamentais para um MEI. 

Caso alguma dessas duas regras seja quebrada pelo mesmo, será necessário se regularizar novamente através de uma outra modalidade de empresa que possua faturamento maior, e que a sociedade não seja algo proibido.

Após essas informações, poderemos conferir algumas coisas que falam sobre o MEI, logo, continue lendo para ficar por dentro de todos os detalhes sobre essa modalidade.

MEI não pode se aposentar

Existem pessoas que dizem que o MEI não dá acesso a aposentadoria. Mas isso é mentira! Afinal, na contribuição DAS MEI também está inclusa a tarifa cobrada pelo INSS, por esse motivo o microempreendedor individual pode sim aposentar.

É importante ressaltar que o mesmo não receberá mais do que um salário, e caso queira complementar a renda que virá após a aposentadoria, ele precisará realizar uma contribuição extra por conta. Isso é bastante recomendado, e feito por diversos brasileiros MEI que estão visando ter uma aposentadoria melhor.

MEI não tira férias

Outro “conto” popular entre os brasileiros é sobre as férias MEI. O microempreendedor pode sim tirar férias. Em alguns casos com contrato, o MEI que trabalha como PJ pode até mesmo ter suas férias remuneradas incluídas no contrato. 

Mas, caso não possua um contrato, o microempreendedor poderá avisar ao tomador de serviços que entrará em período de férias e assim, ele poderá ou adiantar o serviço para receber salário pelos serviços prestados, ou apenas não trabalhar e não receber os valores que seriam pagos decorrentes do trabalho feito. Férias para o MEI não é um empecilho já que ele faz o seu próprio horário e é seu próprio chefe.

Após responder as dúvidas recorrentes, finalmente poderemos ir para o assunto principal que é sobre a documentação MEI.

Documentação MEI

O processo de abertura do MEI é extremamente fácil, e a documentação MEI exigida para isso também é. A seguir, veremos todos os detalhes sobre.

Primeiro documento exigido para se tornar MEI

O primeiro documento que deve estar totalmente regularizado para atingir toda a documentação MEI e, ser um microempreendedor individual, é o título de eleitor. Caso esse documento não esteja regulado, seu CPF pode estar em risco e a abertura do MEI comprometida, logo, é bastante importante conferir como está a situação do seu título, isso pode ser feito rapidamente através do aplicativo de um governo.

Documentacao-MEI-2
Conhecendo documentos MEI.

RG e CPF

Tanto RG quanto CPF, são documentos essenciais que todo brasileiro precisa ter sempre em mãos. Para a abertura do MEI, também será necessário tê-los, então, fique ligado e caso tenha perdido seu documento, será necessário realizar o pedido da segunda via para somente após, prosseguir com a abertura da sua microempresa. Portanto, RG e CPF estão incluídos na lista da documentação MEI.

Dados do negócio

A terceira e última documentação MEI, são os dados do negócio que você irá cadastrar no sistema. Essa documentação precisa conter todos os dados, serviços prestados e outras informações. Por isso, quanto mais informações sobre os dados do negócio você tiver, menores serão as chances de algo der errado no processo de abertura do MEI.

Neste exato momento trouxemos todas as informações relevantes sobre os documentos do MEI, mas ainda possuímos um extra que poderá te auxiliar após o processo de abertura da sua microempresa individual.

ERP pode auxiliar o MEI!

O ERP e o empreendedor precisam andar lado a lado para que o negócio possua total eficiência, e uma excelente gestão do tempo. Consequentemente, o sistema ERP disponibilizado pela nossa equipe da UpGestão, consegue integrar todos esses pontos, e ainda trazer ferramentas extras que auxiliarão a empresa como um todo.

Documentacao-MEI-3
Conhecendo melhor o ERP.

Portanto, agora que você já tem as informações sobre a documentação MEI e está almejando abrir seu negócio, é extremamente importante conhecer mais detalhes sobre o sistema ERP de qualidade que está conquistando o mercado, por isso, clique logo a seguir e saiba mais detalhes sobre ele.

Documentacao-MEI

Compartilhe!

Facebook
Twitter
LinkedIn
WhatsApp
Telegram

Comente!

Categorias

Categorias

Artigos Relacionados

Newsletter

Lorem ipsum dolor sit amet, consectetur adipiscing elit.